Diego & Victor Hugo – Frequência de Saudade

Eu, poupei a vozE usei palavras digitadasDesculpa, ser curto e grossoNa minha respostaSe eu falei que eu ‘to bem, eu ‘to bemE é isso que importa
Até parece que se importa comigo‘Cê terminou mas quer manter contatoIsso não faz sentidoMuita maldade da sua parteAlém de tudo ainda quer que eu me humilhePra ‘tá pedindo o que ‘cê ‘tá pedindo
Manda foto de agoraSe eu te mando esses olhos vermelhosAí ‘cê comemoraE qualquer coisa que eu grave pra você é me expor demaisVocê conhece as frequências de saudade das minhas cordas vocaisEu, poupei a voz
Até parece que se importa comigo‘Cê terminou mas quer manter contatoIsso não faz sentidoMuita maldade da sua parteAlém de tudo ainda quer que eu me humilhePra ‘tá pedindo o que ‘cê ‘tá pedindo
Manda foto de agoraSe eu te mando esses olhos vermelhosAí ‘cê comemoraE qualquer coisa que eu grave pra você é me expor demaisVocê conhece as frequências de saudade das minhas cordas vocais
Manda foto de agoraSe eu te mando esses olhos vermelhosAí ‘cê comemoraE qualquer coisa que eu grave pra você é me expor demaisVocê conhece as frequências de saudade das minhas cordas vocaisEu, poupei a voz, ‘brigado