Israel & Rodolffo – Jorge & Mateus – “Perdoou Nada”

Você ouviu da minha boca que minha boca passeou em outra
Mas eu fui homem o suficiente pra assumir que errei
E te dei escolha

Perdoa ou não perdoa?
E a gente decidiu ficar junto
Eu prometi não fazer mais e você não tocar mais no assunto

Cê perdoou
Mas vira e mexe cê dá uma lembrada
Não pode beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou, perdoou nada

Mas vira e mexe cê dá uma lembrada
É só beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou, perdoou nada

Cê ouviu da minha boca que minha boca passeou em outra
Mas eu fui homem o suficiente pra assumir que errei
E te dei escolha

Perdoa ou não perdoa?
E a gente decidiu ficar junto
Eu prometi não fazer mais e você não tocar mais no assunto

Cê perdoou
Mas vira e mexe cê dá uma lembrada
É só beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou, perdoou nada

Cê perdoou
Mas vira e mexe cê dá uma lembrada
Não pode beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou—

Cê perdoou
Mas vira e mexe cê dá uma lembrada
É só beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou, perdoou nada

Cê perdoou
Mas vira e mexe cê dá uma lembrada (dá uma lembrada)
Não pode beber que cê joga na cara
E seu ciúme ataca, e vira brigaiada
Perdoou, perdoou, perdoou nada